Ir para conteúdo

Os humilhados serão exaltados, ‘pastor’ Ricardo Oliveira!

A guerra está declarada. Depois da derrota de domingo, no “estádio” da Vila Belmiro, só resta ao Palmeiras se concentrar na decisão da Copa do Brasil frente ao S.F.C., do ‘pastor’ Ricardo Oliveira.

Conforme o meu pouco entendimento – não sou evangélico – pastor é aquele dá exemplo e se comporta como modelo para os fiéis de sua igreja, templo ou seja lá o que for, tanto na vida pessoal como profissional.

r2
Com caras e bocas, Ricardo Oliveira comemora o segundo gol do S.F.C na Vila Belmiro

E isso está claro para quem quiser enxergar que Ricardo Oliveira não é. Escondido nas comemorações com os dedos em riste ao céu em louvor a Deus e no seu terninho em dia de culto, ele aproveita para provocar e ironizar adversários dentro de campo.

A atitude esnobe do tal ‘pastor’ para o goleiro Fernando Prass precisa ser salientada diariamente, dia e noite, dentro do Palmeiras até o último minuto da segunda partida da decisão. É inadmissível qualquer tipo de defesa em prol desse atleta provocador camuflado de representante de Deus.

O elenco precisa ser inflamado contra esse jogador (de forma leal ao futebol) e contra  o clube oponente. O revés na final do Campeonato Paulista também precisa ser lembrado.

Como suposto ‘pastor’, Ricardo Oliveira deve ter conhecimento de que “quem se exalta será humilhado, e quem se humilha será exaltado”. A reação do atacante diante de Fernando Prass, após o gol, é a deixa perfeita para que ele aprenda na pele o significado desse versículo.

Só espero que amanhã o mesmo não me venha a público pagar de Bom Samaritano com pedidos de desculpas. E se, cinicamente, isso fizer, que o ato não seja respondido por parte do elenco palmeirense. Nem mesmo por Zé Roberto, que é pastor e se comporta como tal.

As desculpas podem até ser aceitas. Mas somente após o final da partida no dia 2 de dezembro, no ESTÁDIO Allianz Parque.

Provocação motivadora

Comemoração levou o Verdão ao título
Comemoração levou o Verdão ao título em 93

Recentemente vi vários ex-jogadores do Palmeiras falando sobre a decisão do Campeonato Paulista de 1993. Na ocasião, foi exatamente a provocação de um atacante rival após marcar um gol – Viola imitou um Porco – que nos levou à conquista estadual.

“A comemoração do Viola foi lembrada durante a semana. Não tinha tantos veículos de mídia ou internet, mas havia grande cobertura e a gente sentiu uma pressão por isso. Foi motivacional. O Vanderlei (Luxemburgo) mostrou alguns vídeos de familiares e também de gols nossos que fizeram a gente chegar até ali. E foi usado o vídeo do Viola imitando o porco”, disse o atacante Evair ao site IG, no aniversário de 20 anos do título.

Essa artimanha tem que ser refeita. Fotos do pastor após cabecear para o gol, no domingo, precisam ser coladas nos armários dos jogadores dentro do CT e do Allianz Parque. Vídeos da reação arrogante de Ricardo Oliveira devem ser enviados de manhã, de tarde, de noite e de madrugada ao elenco e à comissão técnica.

Isso não pode ser ignorado. Essa comemoração tem que nos render mais um título. A guerra está declarada.

Leia mais:
>> Desde 2012 Nenê deseja retornar ao Palmeiras
>> Hora de abraçar e blindar o menino Jesus

>> Curta a nossa página no Facebook: www.facebook.com/OlePalmeiras
>> Siga o nosso perfil no Twitter: @ole_palmeiras

Olê Palmeiras Ver tudo

O blog alviverde que canta e vibra

Um comentário em “Os humilhados serão exaltados, ‘pastor’ Ricardo Oliveira! Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: