Ir para conteúdo

Betinho relembra gol na final da Copa do Brasil 2012

Na noite desta quarta-feira (27), Cruzeiro e Flamengo entram em campo para decidir a Copa do Brasil 2017. E toda a ansiedade sentida pelos jogadores das duas equipes já foi sentida pelo atacante Carlos Alberto Santos da Silva, mais conhecido como Betinho.

De peça pouco quista pela torcida do Palmeiras, o camisa 33 do técnico Luiz Felipe Scolari transformou-se, da noite pro dia, em responsável pela conquista da competição em 2012. Em entrevista ao Olê Palmeiras, Betinho relembra como foram os dias que antecederam aquela final e como foi marcar o gol do título, contra o Coritiba, no Couto Pereira.

Betinho

Reserva do argentino Hernán Barcos, Betinho sabia que só entraria em campo naquelas duas partidas se o Palmeiras estivesse precisando de gols para conquistar o troféu daquela edição. Isso porque o Pirata era um dos principais jogadores do time e artilheiro da equipe na temporada.

“Nós treinamos na quarta-feira de manhã, em São Paulo, e seguimos para um hotel em Barueri, onde seria disputada a primeira partida. Na manhã do jogo, acordei para tomar café e logo falaram que o Barcos estava com um problema de saúde (crise de apendicite). Mas ninguém sabia o que ele realmente tinha. Na hora do almoço, o Felipão mandou me chamar e falou: ‘Banquei a sua contratação e agora chegou a sua hora’. Me passou algumas orientações táticas e completou: ‘Entendeu? É disso que preciso. Então, entra em campo e resolve'”, conta o atacante.

Surpreso e feliz com a notícia, o novo titular sorriu para o treinador e respondeu: “Pode deixar, professor. Eu vou resolver. Mas isso em tom de brincadeira. O Felipão é uma pessoa muito brincalhona”, fala Betinho.

ESTRELA BRILHOU

A notícia de que Barcos estaria fora das finais colocou a torcida do Palmeiras em pânico. Afinal, os torcedores tinham consciência de que o potencial técnico daquele elenco era (bem) limitado. Sem o artilheiro, as chances de conquistar o bicampeonato da Copa do Brasil se reduziam consideravelmente. Porém, após o apito inicial do primeiro confronto a estrela de Betinho começava a brilhar.

Já no final do primeiro tempo, em Barueri, após uma cobrança de falta de Marcos Assunção para a grande área, o atacante foi puxado por seu marcador e sofreu pênalti. Valdívia foi para a cobrança e abriu o placar. Na segunda etapa, depois de nova cobrança de falta de Assunção, Thiago Heleno completou a vantagem palmeirense para o jogo em Curitiba.

No Couto Pereira, Betinho e todo o elenco sabiam que a pressão seria grande. E foi. Principalmente após Ayrton abrir o placar com um belo gol de falta. No entanto, o atacante relembra que os donos da casa pouco puderam comemorar.

“Foi tudo muito rápido. A torcida deles estava em festa quando tivemos uma falta pelo lado direito do ataque. Nos treinos já observava a movimentação do Barcos dentro da área e a repeti quando o Assunção foi pra cobrança. Consegui desviar de cabeça e empatar o jogo”

Ao ver que Everton Ribeiro e companhia haviam sentido duramente o golpe, Betinho começou a ver o filme de toda a carreira passar pela sua cabeça. “Mas a ficha só caiu mesmo depois do jogo. Tudo que queria era conversar com o meu pai e a minha família pelo telefone”

Hoje sem clube, o herói palmeirense de 2012 mantém a forma sozinho, em Recife, enquanto aguarda propostas para dar sequência a carreira. Contudo, independentemente do clube que venha a defender, Betinho, de 30 anos, sabe que a Copa do Brasil de 2012 foi, e será para sempre, a conquista mais importante de sua carreira. Betinho02

“Em todo lugar que encontro palmeirenses escuto pedidos para tirar fotos. Foi muito marcante”.

PISAR NO ALLIANZ PARQUE

Com o nome escrito na história do Clube, Betinho deixou o Palmeiras no final daquela temporada com a queda para a Série B do Brasileirão. Desde então nunca mais pisou em solos palestrinos. E isso, de certa forma, frusta o jogador que espera um dia jogar uma partida, mesmo que comemorativa, no Allianz Parque.

“Ainda não tive essa oportunidade de pisar o gramado do Allianz Parque. E espero que esse convite venha logo para que eu possa estar jogando naquele estádio espetacular”, conclui Betinho.

Leia mais:

>> Prass faz visita surpresa a Kaíque e inicia venda de rifa
>> Felipe Melo: a bomba de hidrogênio do Palmeiras
>> Tristão Garcia vê Palmeiras perto da Libertadores

>> Curta a nossa página no Facebook: OlePalmeiras
>> Siga o nosso perfil no Twitter: @ole_palmeiras

Olê Palmeiras Ver tudo

O blog alviverde que canta e vibra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: