Ir para conteúdo

Conheça Adinan, o torcedor que devolveu a camisa para Borja

O gol marcado pelo atacante Borja, sábado a noite (19), no Allianz Parque, diante do Bahia, não serviu apenas para sacramentar a vitória do Palmeiras, por 3 a 0. Além de ter deixado o colombiano ainda mais perto de disputar a Copa do Mundo pela seleção de seu país, a partir do mês que vem, a finalização certeira do camisa 9 foi o gatilho para fazer o funcionário público Adinan Gomes da Cruz, de 41 anos, no palmeirense mais ilustre da semana .

E esse isso ocorreu porque ao comemorar o quarto gol na semana – três contra o Junior Barranquilla e um contra o Bahia -, Borja deixou a empolgação passar um pouco do limite e arremessou a sua camisa, aos 40 minutos do 1º tempo, às arquibancadas do gol norte. É a partir daí que Adinan ganha notoriedade.

Enquanto também vibrava com o terceiro gol do jogo, o funcionário público da Prefeitura de Piracicaba viu a peça oficial de jogo praticamente cair no seu colo. De imediato, esse fanático palmeirense abraçou a camisa e já se preparava para guardar o presentão. Porém, com medo de ver o colombiano ser expulso por um egoísmo de sua parte, ele rapidamente arremessou o manto alviverde de volta ao campo.

“Eu sabia que o juiz ia dar cartão amarelo pelo fato dele ter tirado a camisa. Mas não sabia se poderia expulsá-lo por ter perdido uma parte do uniforme. Então, pensei em manter os 11 jogadores em campo. Afinal, se o Borja fosse expulso e o Palmeiras perdesse o jogo, o culpado não ia ser ele que arremessou a camisa, mas sim o torcedor que não a devolveu. Só por isso devolvi. Seria legal ter a camisa de um jogador. Mas primeiro pensei em não prejudicar o time”, fala o agora ilustre torcedor.

SOBRE DUAS RODAS

Esse episódio, contudo, irá tornar-se apenas mais um na relação que Adinan mantém com o Palmeiras. Apaixonado pelo time do coração, o funcionário público esteve em Buenos Aires para acompanhar a vitória sobre o Boca Juniors, no mês passado, e raramente perde um jogo da equipe em casa.

Dono de uma Honda CB 300 vermelha, há um ano e meio ele sai de Piracicaba na direção da sua moto, devidamente uniformizado, e segue rumo ao Allianz Parque. “Vou em todos os jogos, exceto as partidas de quinta-feira a noite, que não posso ir porque sou professor de Muaythai. Fora isso, não importa o horário ou o dia. Estou presente”.

torcedo

Há três meses, contudo, Adinan ganhou companhia nas viagens sobre duas rodas ao estádio. Em início de namoro com Fernanda Corcione, ele dá uma esticada até Taboão da Serra para buscar a amada e juntos partirem aos jogos do Palmeiras. “Nesta partida ela acabou não vindo. Mas na maioria dos jogos ela vem na minha garupa”, conta ele.

Adinan explica que cada viagem que faz de casa ao estádio do Palmeiras leva em torno de 1 hora e 40 minutos. Os gastos financeiros por jogo giram em torno de R$60,00 ou R$70,00 de combustível. Porém, ele afirma irrisória perto de todo o amor que ele tem pelo Palmeiras.

Leia mais:

>> Perto de virar treinador, Lúcio fala sobre ser o pior lateral do mundo
>> Leão, Jaílson, Velloso e Prass revelam histórias no Dia do Goleiro
>> Regulamento não obriga Palmeiras a jogar Estadual com titulares

>> Curta a nossa página no Facebook: OlePalmeiras
>> Siga o nosso perfil no Twitter: @ole_palmeiras
>> Acompanhe a nossa conta no Instagram: Olepalmeiras 

Olê Palmeiras Ver tudo

O blog alviverde que canta e vibra

2 comentários em “Conheça Adinan, o torcedor que devolveu a camisa para Borja Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: